Mariza - Chuva

[postlink]http://veiapan.blogspot.com/2009/10/mariza-chuva.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=OzrUs08-SWsendofvid
[starttext]
Marisa dos Reis Nunes nasceu em Moçambique no dia 16 de Dezembro de 1973. Com cinco anos de idade, recebeu o seu primeiro xaile, e começou então a moldar a voz que a tornou famosa. Apenas na adolescência começou a ser levada a sério como cantora.

Para saber mais: www.mariza.com

Conteúdo YouTube: ally75

CHUVA
Composição: Jorge Fernando
(Álbum "Fado em Mim" - 2001)

As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir

Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir

São emoções que dão vida
à saudade que trago
Aquelas que tive contigo
e acabei por perder

Há dias que marcam a alma
e a vida da gente
e aquele em que tu me deixaste
não posso esquecer

A chuva molhava-me o rosto
Gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha
Já eu percorrera

Ai... meu choro de moça perdida
gritava à cidade
que o fogo do amor sob a chuva
há instantes morrera

A chuva ouviu e calou
meu segredo à cidade
E eis que ela bate no vidro
Trazendo a saudade

RAIN



Things which are distasteful in life
Leave us with no longing
Only the memories which hurt
Or make us smile

There are people who make history
In the history of people
And others we can't even
Remember their names

They are emotions that give life
To the longing I carry
Those which I had with you
And ended up losing

There are days that mark the soul
And life of people
And the day you left me
I cannot forget

The rain drenched my face
Cold and tired
The streets of the city
Each one I have wandered

Oh, my lost child lament
Cried out to the city
That love's fire under the rain
Had died instants ago

The rain heard and kept
My secret from the city
And listen to how it beats on the glass
Bringing that nostalgia back
[endtext]

1 comentários:

Rómy disse...

Maravilhosa música!
O Fado é a alma do meu país, Portugal!
Parabéns por dar lugar ao Fado no seu blogue Roberto