The Sandpipers - Guantanamera

[postlink]http://veiapan.blogspot.com/2010/11/sandpipers-guantanamera.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=Jm1anurhbegendofvid
[starttext]
The Sandpipers foi um grupo vocal masculino da década de 60. Embora não tenham obtido uma carreira realmente longa, o grupo chegou ater uma música no Top 10 graças ao sucesso de Guantanamera em 1966. Em 1970, gravaram Come Saturday Morning com relativo sucesso, mas eles separaram-se na metade dos anos '70.


Guantanamera é uma das mais célebres canções da música cubana, de autoria de José Martí e musica Josito Fernandez. Guantanamera é o gentílico (feminino) para as nascidas em Guantánamo, província do sudeste de Cuba. A música data de 1963 e uma das gravações mais conhecidas é do grupo Sandpipers. No Brasil, foi regravada por vários grupos, como Tarancón e Raíces de América.


Guantanamera
(José Marti/Joselito Fernandez)

Guantanamera, guajira guantanamera
Guantanamera, guajira guantanamera

Yo soy un hombre sincero
De donde crece la palma
Yo soy un hombre sincero
De donde crece la palma
Y antes de morir me quiero
Echar mis versos del alma

Guantanamera, guajira guantanamera
Guantanamera, guajira guantanamera

Mi verso es de un verde claro
Y de un jazmín encendido
Mi verso es de un verde claro
Y de un jazmín encendido
Mi verso es un ciervo herido
Que busca en el monte amparo

Guantanamera, guajira guantanamera
Guantanamera, guajira guantanamera

Por los pobres de la tierra
Quiero mis viersos dejar
Por los pobres de la tierra
Quiero yo mis viersos dejar
Porque arroyo de la cierra
Me complace más que el mar

Guantanamera, guajira guantanamera
Guantanamera, guajira guantanamera

Yo soy un hombre sincero
De donde crece la palma
Yo soy un hombre sincero
De donde crece la palma
Y antes de morirme quiero
Echar mis versos del alma

Guantanamera, guajira guantanamera
Guantanamera, guajira guantanamera
Guantanamera


Guantanamera, Guajira Guantanamera
Guantanamera, Guajira Guantanamera

Eu sou um homem sincero
De onde as palmeiras crescem
Eu sou um homem sincero
De onde as palmeiras crescem
E antes de morrer eu quero
Navegue no versos da minha alma

Guantanamera, Guajira Guantanamera
Guantanamera, Guajira Guantanamera

Meus poemas são luz verde
E em um jasmim
Meus poemas são luz verde
E em um jasmim
Meu verso é um cervo ferido
Buscando refúgio na montanha

Guantanamera, Guajira Guantanamera
Guantanamera, Guajira Guantanamera

Para os pobres da terra
Deixo o meu Viersen
Para os pobres da terra
Eu quero deixar o meu Viersen
Devido ao fluxo fechada
Me dá mais prazer do que o mar

Guantanamera, Guajira Guantanamera
Guantanamera, Guajira Guantanamera

Eu sou um homem honesto
De onde as palmeiras crescem
Eu sou um homem honesto
De onde as palmeiras crescem
E antes que eu morra
Navegue versos da minha alma

Guantanamera, Guajira Guantanamera
Guantanamera, Guajira Guantanamera
[endtext]

1 comentários:

Rosa Paula Lemos disse...

BOM DIA MEU DOCE AMIGO, VC HJ FOI BEM DISTANTE, MAS CURTI BASTANTE, POIS MEUS PAIS TBM GOSTAM.