Annie Lennox - No More I Love You's

[postlink]http://veiapan.blogspot.com/2010/05/annie-lennox-no-more-i-love-yous.html[/postlink]http://www.youtube.com/watch?v=k5z7R-5Znocendofvid
[starttext]
Annie Lennox nasceu em 25 de dezembro de 1954, em Aberdeen, na Escócia. Filha única, Annie foi extremamente cuidada pelos pais e desde cedo mostrou pendão para as artes e ainda menina aprendeu a tocar piano, flauta, além de cantar em corais e estudar dança. A jovem Annie era apaixonada pela música negra, especialmente os artistas da Motown, como Marvin Gaye, Stevie Wonder e The Supremes.

Aos dezessete anos, resolveu se mudar para Londres e foi estudar na Royal Academy of Music. Durante três anos ela estudou música erudita e sobrevivia fazendo pequenos serviços, como o de garçonete. Annie confessa que foi muito infeliz nos estudos, abandonando a escola semanas antes dos exames finais, para desconsolo dos pais, que sonhavam em ver a filha famosa.

Um de seus empregos nessa época foi trabalhar em uma loja de discos, onde conheceu Steve Tomlin, com quem teria uma amizade longa. Foi aí que Annie resolveu seguir a carreira musical, tendo a cantora canadense Joni Mitchell como grande inspiração. Assim, ela se juntou ao grupo Dragon's Playground e Red Brass.

Ao lado da amiga Joy Dey, tentou montar uma dupla vocal com o nome Stocking Tops, o que não deu muito certo. Corria o ano de 1976, quando Annie resolveu arranjar um emprego de garçonete para poder sobreviver, no Pippins Restaurant, em Hampstead. Foi lá que iria conhecer Dave Stewart, seu futuro parceiro no Eurhytmics.

Em 2004, ela ganhou o Globo de Ouro e o Oscar por conta da canção-tema de O Senhor dos Anéis- O Retorno do Rei, ao lado de Fran Walsh e Phillipa Boyens, ambas da equipe de produção da trilogia.


No More "I Love You's"

Do be do be do do do oh
Do be do be do do do oh

I used to be lunatic from the gracious days
I used to be woebegone and so restless nights
My aching heart would bleed for you to see
Oh but now...
(I don't find myself bouncing home
whistling buttonhole tunes to make me cry)

No more "I love you's"
The language is leaving me
No more "I love you's"
Changes are shifting outside the word

(The lover speaks about the monsters)

I used to have demons in my room at night
Desire, despair, desire... SOOO MANY MONSTERS!
Oh but now...
(I don't find myself bouncing home
whistling buttonhole tunes to make me cry)

No more "I love you's"
The language is leaving me
No more "I love you's"
The language is leaving me in silence
No more "I love you's"
Changes are shifting outside the word

(They were being really crazy
They were on the come.
And you know what mummy?
Everybody was being really crazy.
Uh huh. The monsters are crazy.
There are monsters outside.)

No more "I love you's"
The language is leaving me
No more "I love you's"
The language is leaving me in silence
No more "I love you's"
Changes are shifting outside the word

Do be do be do do do oh
Do be do be do do do oh
Outside the word... (2x)

No more "I love you's"
The language is leaving me
No more "I love you's"
The language is leaving me in silence
No more "I love you's"
Changes are shifting outside the word

Do be do be do do do oh
Do be do be do do do oh
Outside the word... (2x)
Não digo mais "eu te amo"

Do be do be do do do oh
Do be do be do do do

Eu costumava ser uma lunática da época da bondade
Eu costumava sofrer de tristeza e tinha noites agitadas
Meu coração partido sangrava para você ver
Oh, mas agora...
Eu não fico saltitando e
assoviando melodias tristes que me fazem chorar

Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando
Não digo mais "eu te amo"
As mudanças estão acontecendo
além das palavras

A amante fala sobre os monstros

Eu costumava ter demônios no meu quarto à noite
Desejo, desespero, desejo,
muitos monstros

Oh, mas agora...
Eu não fico saltitando e
assoviando melodias tristes que me fazem chorar

Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando
Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando em silêncio
Não digo mais "eu te amo"
As mudanças estão acontecendo
além das palavras

Eles estavam sendo bastante loucos
Eles estavam vindo
E você sabe de uma coisa, mamãe?
Todo mundo estava sendo bastante malucos
Os montros são malucos.
Há monstros lá fora.

Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando
Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando em silêncio
Não digo mais "eu te amo"
As mudanças estão acontecendo além das palavras
Além das palavras

Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando
Não digo mais "eu te amo"
As palavras estão me deixando
Não digo mais "eu te amo"
As mudanças estão acontecendo além das palavras

Do be do be do do do oh
Do be do be do do do oh
Além das palavras
[endtext]

4 comentários:

léia disse...

a muito tempo nao ouvia mais essa musica... e muyito linda bjs nesse coraçao adoro vc
sonia

mab disse...

recuerdos - buenissimos . gracias mi amigo precioso. besitos mab

NEUSA disse...

LINDA DEMAIS ,E COMO SEMPRE DE MUITO BOM GOSTO ADOREI

sol-2010.arca disse...

Bela lembrança!!!Grata.Bj